14 Abr

Para evitar fraudes, MEC vai coletar digital de participantes do Enem 2016

O ministro Aloizio Mercadante, da Educação, disse nesta quinta-feira (14) que serão coletadas as impressões digitais de todos os candidatos que realizarem o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) neste ano. As provas serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro.

A medida será tomada para evitar fraudes. "Nós vamos fazer a coleta da impressão digital, podemos coletar no primeiro ou no segundo dia [de prova], ele não saberá quando será coletado", disse o ministro. Mercante afirmou ainda que com a identificação "não há possibilidade de um candidato fazer pelo outro, mesmo que seja parecido, porque vai ficar a digital de quem fez a prova".

As inscrições para o Enem 2016 serão realizadas entre os dias 9 e 20 de maio pelo endereço http://enem.inep.gov.br/. A taxa de inscrição será de R$ 68 em 2016. O boleto poderá ser pago até o dia 25 de maio.

O MEC estima que a edição deste ano do Enem tenha 8 milhões de inscritos e 6 milhões de participantes (já que nem todos confirmam a inscrição com o pagamento do boleto).

Outras medidas de segurança

O MEC também vai continuar adotando outras medidas de segurando, como o uso de detectores de metal nos banheiros e o lacre eletrônico (que identifica o momento em que cada prova é aberta).

No ano passado, o ministério fez o cruzamento de todos os dados de candidatos e monitores de provas. O objetivo é identificação a ligação de parentesco ou mesmo deslocamento de um candidato de um Estado para outro.

Fonte: UOL Educação